Quer conquistar uma gestão de frota eficiente? Confira os 5 passos que vão lhe ajudar a mudar a realidade da sua empresa de transporte de cargas.

Você sabe que ter uma gestão de frota eficiente não é uma das tarefas mais simples! Para isso, é necessário administrar diversas informações de cada um dos veículos, acompanhar de perto o seu estado e resolver eventuais problemas.

Apesar das dificuldades, é possível conquistar a gestão de frota de acordo com as suas expectativas. Basta prestar atenção em alguns detalhes, utilizando os 5 passos que vamos lhe apresentar a seguir.

Leia todos eles!

1. Tenha metas

E aí, qual é a meta da sua empresa? Não tem? Sem traçar objetivos, fica bem mais difícil mobilizar a sua equipe a trabalhar em um sentido comum. Se todos não estiverem no mesmo barco, ou melhor, no mesmo caminhão, a gestão de frota já começa a não dar certo.

O mais indicado é você montar e apresentar um planejamento com metas atingíveis. Desta maneira, a equipe se sente motivada e "compra" a ideia. O resultado é a redução de custos com manutenção, combustível, sinistros, multas, entre outros fatores importantes.

2. Melhore o relacionamento com os motoristas

Enquanto responsáveis pelo transporte e entrega de mercadorias, os motoristas são a imagem da sua empresa e do produto que carregam. Além de um relacionamento saudável dentro da transportadora, eles precisam de boas condições de trabalho, treinamentos, incentivos e valorização.

Não encare os motoristas apenas como um agente do transporte de cargas, mas como o gestor da entrega e do próprio caminhão. Mais do que ninguém, é ele quem vai utilizar o caminhão e conferir como anda o desempenho do veículo na estrada.

3. Reduza o consumo de combustível

Como representam uma grande fatia dos custos de uma empresa de transporte de cargas, reduzir o consumo de combustível é um desafio. No entanto, com as medidas certas, você chega lá! Veja:

  • Ofereça treinamentos aos motoristas: em treinamentos adequados, os motoristas recebem orientações práticas de atitudes que diminuem o consumo de combustível — como evitar frenagens bruscas, evitar o uso do ar condicionado em condições desnecessárias, desligar o veículo em congestionamentos, preferir rotas alternativas ao se deparar com congestionamentos, calibrar os pneus, entre outras;
  • Mantenha-se informado sobre os preços dos combustíveis: certamente, os motoristas passam por vários postos de combustíveis. Nestes trajetos, faça pesquisas constantes de preços ou procure parceiros que lhe garantam um valor menor;
  • Tenha uma gestão de rotas: nem sempre é possível conseguir a melhor rota. Porém, busque definir as rotas com antecedência. Caso contrário, os motoristas poderão escolher a rota de sua preferência ou que combinem com alguma necessidade pessoal;
  • Preste atenção na manutenção preventiva: as trocas de óleo e dos filtros fora da data prevista podem aumentar o consumo de combustível. Portanto, faça o planejamento das manutenções e cumpra os prazos.

4. Aumente a vida útil dos pneus

Não tem nenhuma mágica por aqui! Ao realizar a gestão dos pneus com relação ao rodízio, calibragem e reformas de maneira correta, eles vão durar mais. O resultado? Aumento da produtividade, dos lucros da empresa e, obviamente, da segurança dos motoristas.

Ter conhecimento de quantos pneus a frota possui, de quais marcas, o tempo que cada um está sendo utilizado e a sua localização, afeta não só a gestão dos pneus, mas da frota.

5. Melhore o desempenho da empresa

A maioria dos resultados positivos de uma empresa que trabalha com gestão de frota eficiente é consequência de suas decisões estratégicas, que são tomadas durante o planejamento de estruturação organizacional em função de indicadores de desempenho.

São esses indicadores que mostram os resultados reais da empresa, permitindo que se façam as mudanças e ajustes necessários. Conhecer os números da sua empresa e utilizá-los como "mentores" das principais decisões, vai melhorar o desempenho.

 

Uma gestão de frota eficiente dentro da sua empresa de transporte depende, entre outros fatores, dos 5 passos que você acabou de ler. Sem metas definidas, um relacionamento ruim com os motoristas, alto consumo de combustível e de pneus, não há como melhorar o desempenho do seu negócio. Preste atenção!

Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp
Fechar Menu