Ter uma manutenção preventiva eficiente é o segredo para economizar. Aprenda como conseguir isso com medidas aplicáveis e reais.

Reduzir os riscos das operações logísticas é o desafio de todo gestor de frota. Mas, apesar da dificuldade, o lado positivo é que existem soluções simples e eficientes para adotar. Uma delas, é realizar a manutenção preventiva da frota.

A manutenção preventiva nada mais é do que evitar um problema antes que ele aconteça. Ela traz diversas vantagens para a empresa e as principais delas são ganho de tempo e contenção de gastos.

A verdade é que, quando você espera um determinado componente do veículo estragar para consertá-lo, você se expõe ao risco de sofrer um acidente ou de danificar outras peças do veículo, aumentando muito o seu prejuízo.

Aliás, você sabia que ao realizar a manutenção preventiva você atinge uma economia que varia entre 30% e 40%? Por isso, a manutenção preventiva realizada de maneira eficiente e diária impacta diretamente na redução de custos e aumento da performance. Quer saber como conseguir isso? Continue a leitura e tire suas principais dúvidas.

Como realizar a manutenção preventiva na prática?

Quando se é responsável por uma frota inteira de caminhões pode parecer um grande desafio manter todos em dia, mas seguindo algumas dicas que podem simplificar e otimizar a manutenção de todos os veículos conseguir isso se torna mais real. Entenda como funciona através dos itens a seguir:

  • Conte com a ajuda do motorista: os motoristas dos caminhões podem colaborar muito com a manutenção preventiva, fazendo checklists diários e relatando as condições do veículo. Assim fica mais fácil estabelecer um controle sobre a situação atual e as necessidades da frota.
  • Faça um calendário de manutenções: existe um intervalo específico entre uma manutenção e outra, normalmente estipulado pelo próprio fabricante do veículo, é importante seguir e controlar as programações. Você pode fazer isso através de planilhas ou softwares próprios, por exemplo, como preferir.
  • Documente o processo e cada resultado: esse item complementa o anterior. Como você estará controlando as ações preventivas, o ideal é que você registre todas elas para obter um controle preciso e seguro da manutenção dos caminhões. Assim fica muito mais fácil saber o que precisa ser feito, quando precisa ser realizado novamente e o que já foi feito.
  • Opte por uma oficina de confiança e profissionais qualificados: se a manutenção for terceirizada, opte por oficinas que tenham experiência, realmente entendam do assunto e cumpram os prazos. Já se o processo for interno, também é necessário ter profissionais qualificados que entendam da manutenção de caminhões, assim como observar a qualidade das peças e produtos utilizados.

Quais itens devem ser verificados nos caminhões?

Existem alguns itens que devem ser verificados com frequência na manutenção preventiva, como os itens a seguir:

  • Verificar os pneus;
  • Observar se os filtros devem ser trocados;
  • Checar o óleo no motor;
  • Observar a fumaça do escape;
  • Conferir os faróis e sinalização do veículo;
  • Revisar os freios;
  • Checar as condições do escapamento;
  • Verificar os acoplamentos;
  • Observar o funcionamento da embreagem;
  • Revisar a suspensão;
  • Trocar as palhetas do limpador sempre que necessário;
  • Testar o sistema elétrico e a carga da bateria;
  • Observar a saúde dos pneus.

Feito o levantamento de todos esses itens, hora de acertar os pontos em que lacunas foram encontradas. Faça um checklist com os itens acima, ou os adeque à sua necessidade. Mas, ainda resta uma dúvida: como capacitar o motorista para lhe auxiliar na manutenção preventiva? Entenda a seguir!

Um treinamento pode ajudar a economizar com a manutenção preventiva

Uma medida importante e que reduz a necessidade de cuidados com os caminhões são as atitudes que os motoristas têm nas estradas.

Freadas bruscas, pneus com baixa pressão e a condução de forma inadequada são hábitos que muitos motoristas adquirem nos longos anos de profissão e que são prejudiciais, por isso é necessário estimular que essas atitudes sejam abandonadas. Mas como?

Uma das soluções é promover a conscientização dos motoristas. Hoje em dia existem treinamentos e cursos focados no comportamento que promovem boas práticas por parte dos profissionais. Além de reduzir acidentes, o motorista se torna consciente das suas atitudes e se sente valorizado, sem esquecer que isso implica diretamente na manutenção e custos com o caminhão.

Percebe como vale a pena investir na capacitação do profissional que opera pela sua empresa? Conheça agora mesmo algumas opções de treinamentos disponíveis clicando aqui e aprimore os serviços de sua empresa!

 

Conseguiu descobrir o que estava faltando na sua manutenção preventiva? Espero que este conteúdo possa melhorar suas ações na empresa.

Outra medida que ajuda sua empresa a economizar é a direção defensiva. Quer saber como adotá-la? Confira 5 dicas de direção defensiva para o motorista de caminhão aplicar e reduzir riscos nas estradas hoje mesmo!

Facebook
LinkedIn
Twitter
WhatsApp

SAIBA O QUE A FABET PODE FAZER POR VOCÊ!



Fechar Menu